Diogo Infante Revela Que Só Conheceu O Pai Aos 34 Anos: "nunca Foi Um Trauma"

Diogo Infante Revela Que Só Conheceu O Pai Aos 34 Anos: "nunca Foi Um Trauma"

O actor foi fruto de um caso de verão da mãe com um jovem inglês. Só conheceu o pai já depois de adulto e hoje mantêm uma relação de amizade.

Diogo Infante, conhecido actor e produtor, foi o convidado de Júlia Pinheiro e revelou uma história de vida que dava uma novela: só conheceu o pai aos 34 anos.

"Nunca foi um trauma. Cresci sem pai e sem o conhecer, não tinha sequer uma fotografia. A minha mãe contou-me o que sabia, o que se lembrava. Aquilo foi um caso amoroso de verão, ele era inglês, tinha 19 anos, voltou para a terra dele, e a minha mãe, que era mais velha, na altura tinha 26, decidiu assumir este filho", relata.

"Quando isto aconteceu, já muito emancipada para a sua altura, disse que queria criar este filho", nota, afirmando que a mãe já tinha perdido um bebé anteriormente.

O actor cresceu sem a presença do pai até que decidiu conhecê-lo aos 34 anos.

"Ele é muito simpático. Quando o abordei ele ficou surpreendido, mas não tanto quanto estava à espera, porque ele sabia. Recebeu-me de braço abertos, ele e a família dele", sublinha com um sorriso.

"Preencheu lacunas, vazios. Hoje somos amigos, ele vive no Algarve, hoje sou mais pai dele", brinca ainda.

Diogo Infante destaca ainda uma conversa que teve com Teresa Guilherme antes de conhecer o progenitor. "Poucos anos antes de conhecer o meu pai falei com a Teresa Guilherme, contei-lhe esta história. E ela disse que eu tinha a oportunidade única de viver uma coisa que a maior parte das pessoas não pode viver. ‘Tens a possibilidade de conhecer um pai, não percas isso’", confidencia.

"Ele hoje vem às estreias, hoje acompanha o meu trajeto e é um admirador muito ativo e participativo e isso deixa-me muito feliz", diz, por fim, mostrando-se bem resolvido com a questão.